Juju

Juju é o meu talismã, a minha força, o meu equilíbrio, a minha mãe. Nossa lojinha não seria o que é se não fosse a presença dela. E não é apenas pelos sorrisos que oferece aos clientes, sempre com alguma degustação de nossas delícias. Mas também por tudo o que faz por aqui. Ela mesma denomina suas funções: jardineira, copeira, cozinheira e office-obachan.

Minha mãe é incansável, perseverante, honesta e não tem um pingo de preguiça. Fico emocionada de vê-la com toda essa vitalidade  aos XX anos de idade.

 

De vez em quando, a gente fica como gato e rato, uma ralhando com a outra. Daí, ela diz não saber a quem eu puxei. Mas a gente se ama! E eu acho que somos bastante parecidas em tudo. O que pra mim é motivo de grande orgulho.

Meus irmãos Luis, Lígia e Suzy que me perdoem, mas eu não fico sem a minha Juju. Nem eu, nem os amigos da Mercearia Wa!

Aliás, quando um cliente entra na lojinha, a primeira pergunta sempre é: cadê a Juju?

Anúncios